Unindo a missão de conectar pessoas com momentos descontraídos em torno de deliciosos petiscos e cerveja gelada, a Associação Comercial do Distrito Federal promove a primeira edição da série Gastronomia e Network com o premiado chef de cozinha Pedro Alex. O evento ‘Comida de Boteco’, que acontece nesta sexta-feira (26) será realizado na Varanda 1957, na sede da entidade.  Programado para iniciar às 19h da noite, o evento contará com um buffet variado, onde os  participantes  poderão degustar a vontade de todas as delícias que serão disponibilizadas pela casa. 

Vinagrete de polvo, bolinho de bacalhau e de aipim com carne seca, calabresa flambada com cachaça, iscas de filé acebolado e o tradicional caldinho de feijão, são alguns dos deliciosos pratos que serão servidos durante a comemoração. Com um preço acessível de R$ 65,00 reais por pessoa, que já pode ser efetuado antecipadamente para garantir acesso às vagas limitadas,  todos os presentes poderão degustar de todos os pratos exclusivos que serão preparados pelo Chef executivo da vice-presidência da República e Embaixador da gastronomia do Rio de Janeiro.

“Nesta primeira edição quis trazer um pouco da tradição de comida de boteco do Rio de Janeiro, meu estado de origem. Nada melhor com o clima descontraído e boa comida para abrir o apetite dos empresários para bons negócios”, brinca Pedro Alex, que viaja na semana seguinte para o Pará, onde concorre como um dos favoritos ao título de melhor chef de cozinha pelo prêmio Dolmã de Ouro 2021, considerado o Oscar da Gastronomia no Brasil.

O presidente da ACDF, Fernando Brites, destacou que o projeto e novo espaço cultural permitirá que empresários, imprensa e amantes da gastronomia tenham a oportunidade de realizar um networking apurado durante a comemoração. “Estamos muito felizes em dar inicio a esta parceria. O  Chef Pedro Alex congrega todas as aptidões e os conhecimentos da gastronomia brasileira e da culinária internacional e, por isso, construiu uma carreira premiada. Agora, a partir desse evento, ele traz para a ACDF sua experiência traduzida no sabor dos pratos que serão apresentados em seus eventos”, comemora Fernando Brites.

O evento também conta com o apoio das marcas Usina Gastrobar, Produtos e Serviços Chef Pedro Alex, Sobrancelhas Design, Flávia Palhares Estética, Agência Infinito Comunicação, Milla Atelier e Chaplin. Todas as bebidas consumidas no estabelecimento serão cobradas à parte.

Sobre o Chef Pedro Alex – O Chef Pedro Alex foi consagrado como o Embaixador da Gastronomia do Estado do Rio de Janeiro no ano de 2019, título vitalício cedido pelo Comitê da Gastronomia Brasileira. Foi vencedor do Enchefs 2018, e o coordenador regional da edição do Rio de Janeiro de 2021, além de ganhador da medalha Alumini Diamante da UNESA.

Carioca e com 32 anos de experiência no cenário gastronômico, atualmente Pedro Alex reside em Brasília (DF) onde trabalha como chef executivo da  Vice-Presidência. Foi o chefe de cozinha dos principais eventos que aconteceram no Brasil ao longo dos anos, como a Copa do Mundo de 2014, as Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2016, além dos grandes festivais de música como o Lollapalooza e o Carnaval do Rio de Janeiro. Também trabalhou na cozinha de importantes casas de entretenimento e de celebridades do RJ, como a cantora carioca Anitta.

SERVIÇO

Comida de Boteco com o Chef Pedro Alex

Data: 26/11, sexta-feira

Horário: A partir das 19h

Valor: R$ 65,00 (terá desconto para associados)

Endereço: SCS Quadra. 2, bloco B, Ed. Palácio do Comércio, 1° Andar, Brasília (DF)

Telefone para contato: (61) 99308-7554

Intitulado “Contra Tempo: Uma Viagem de 200 Anos”, a HQ será lançada a partir do dia 29 de novembro, com publicações semanais até setembro de 2022.

A história da Independência do Brasil já foi contada e recontada em prosa, verso, no cinema, no teatro, na música e por toda sorte de meios e modos reais e virtuais. De forma imaginativa, em cores e numa volta ao passado, o Instituto Ciência na Rua lança a partir do dia 29 de novembro a HQ “Contra Tempo: Uma Viagem de 200 Anos”. Dedicado principalmente ao público infantojuvenil, o projeto terá 84 páginas e será publicado semanalmente no site do Instituto, com previsão de produção de um livro impresso após o ciclo das publicações online.

A proposta da HQ sobre o Bicentenário da Independência é fazer o leitor vivenciar a história de forma ativa junto com a personagem central, impulsionado pelas palavras, cores, desenhos e, principalmente, pelos detalhes minuciosos de cada período histórico.

Inicialmente, ainda na fase de formatação das ideias para a construção das histórias, a idealizadora do projeto, a jornalista, pesquisadora e presidente do Instituto Ciência na Rua, Mariluce Moura, fez diversas sondagens com historiadores e desenhistas. Após inúmeras recomendações e cuidadosa curadoria, reuniu então alguns dos mais renomados profissionais e especialistas na equipe final para integrar o projeto da HQ do Bicentenário: o paulista João Paulo Garrido Pimenta, Professor do Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP), especializado em História da Independência do Brasil, e os mineiros Igor Marques (roteirista), Ana Cardoso (desenhista) e Hyna Crimson (colorista).

Viagem no Tempo

Contra Tempo: Uma Viagem de 200 Anos” embarca numa viagem histórica, partindo dos dias atuais para voltar ao passado e (re)contar a História da Independência do Brasil. A personagem central da HQ é uma mulher negra, jovem e estudante de história dos dias de hoje. A imaginária ‘cápsula do tempo’ a faz desembarcar em 1817, em plena Revolução de Pernambuco, passa por 1822, acompanha o centenário da Independência (1922), avança para 1972, ano do sesquicentenário e período mais duro da ditadura militar, em pleno governo do general Emílio Garrastazu Médici.

“Quando retorna ao ponto inicial, em 2022, a personagem traz na bagagem uma nova compreensão da história do Brasil. Parece sugerir uma visão distópica, mas na verdade é muito atual e real”, revela o historiador João Pimenta. “A intenção foi mostrar os efeitos da violência, do racismo e de outros fatores que acabaram por constituir e forjar o Estado, a Nação e a identidade nacional brasileira tal qual se apresenta nos dias de hoje”, completa.

Para o roteirista Igor Marques, a HQ sobre o Bicentenário coloca a personagem “in loco” para trazer um novo olhar para partes da história, ao participar e vivenciar ativamente, e por isso consegue desmistificar algumas narrativas tradicionais ao contrapor a história “real” e a “oficial”.

Igor trabalhou com a ideia de enumerar fatos que não são tão conhecidos, e reconecta-los a outros, de forma que despertasse o interesse do público infantojuvenil, partindo de referências bibliográficas e históricas, alicerçadas no conhecimento e nos estudos do professor João Pimenta.

“A minha inspiração foi representar o cenário daquela época, trazer os fatos para a primeira pessoa – a personagem que viaja no tempo -, mas não de forma didática, e sim divertida, para o leitor aprender (e ensinar). Ou seja, de forma indireta, que a personagem pudesse trazer os relatos dos acontecimentos e mostrar como a nossa própria história reflete agora, nos tempos atuais, nos nossos costumes e na nossa identidade”, diz Igor.

Traços, Cores e Tons

Para traduzir a história e o roteiro em imagens, foi essencial a sintonia entre a desenhista Ana Cardoso e a colorista Hyna Crimson. Cardoso argumenta que para aproximar todos os contextos da história imprimiu uma visão mais pop em cada desenho. “O grande desafio foi criar visualmente uma tradução da história através dos traços, das cores e dos tons, até para reforçar os pontos históricos reais que são contados em uma viagem no tempo. E isso é imprescindível quando se pensa em uma história em quadrinhos para o público infantojuvenil, que está muito adaptado às cores e tons das telas, diferente de um conteúdo apresentado no impresso”.

O Projeto

Idealizadora do projeto e atual presidente do Instituto Ciência na Rua, Mariluce Moura foi fortemente inspirada na própria vivência da fascinante leitura de histórias em quadrinhos, desde a infância, quando consumia tudo que estivesse ao seu alcance, desde Bolinha, Luluzinha, Os Sobrinhos do Capitão, até Homem de Borracha, Super-Homem e todos da Marvel.

“Desde que idealizei o Ciência na Rua meu objetivo foi tratar a ciência em amplos aspectos, e isso também inclui as ciências humanas e socais, para contribuir especialmente para o desenvolvimento e a educação do público infantojuvenil. Embora a abordagem da nossa HQ tenha aspecto ficcional, o grande trunfo é o forte embasamento histórico, em cocriação com pessoas que pensam e estudam a história do Brasil, a partir de novos pontos de vista e contextos”, conta Mariluce.

Com um total de 84 páginas, a HQ do Ciência na Rua será lançada online com quatro páginas iniciais. Na sequência, serão duas semanais, de meados de dezembro até o fim de maio de 2022 e, a partir de junho, serão três páginas por semana, até o encerramento em 2 de setembro, às vésperas da data oficial do Bicentenário da Independência do Brasil.

Site: www.ciencianarua.net

Redes Sociais: @ciencianarua

Processo Seletivo - Universidade Zumbi dos Palmares

Iniciativa entre edtech e universidade é voltada para a inclusão, qualificação e protagonismo de pessoas negras brasileiras em carreiras digitais

São Paulo, novembro de 2021O ITuring anuncia parceria com a Universidade Zumbi dos Palmares para beneficiar 30 talentos negros com bolsas 100% de estudos na escola de tecnologia do fundo Abapuru, lançada em julho este ano. As oportunidades são para a capacitação em dados, no curso Análise de dados para Negócios e em engenharia de software, no programa Becoming a Modern Software Engineer. Eles são desenvolvidos com bigtechs, como Loft, Microsoft, Amazon (AWS) e Refactory. 

Inclusão e diversidade fazem parte dos nossos valores, e nada mais adequado que nos unirmos a uma das referências em educação para pessoas negras como a Zumbi dos Palmares“, diz Carlos Souza, CEO do ITuring. 

As bolsas estão abertas para todas as pessoas negras interessadas, não havendo necessidade de ter ou não vínculo com a universidade. Os interessados poderão se inscrever a partir de 16/11 a 03/01, na página oficial da parceria, nesse link. Após o cadastro de intenção, o ITuring dará acesso gratuito, para todos, a dois módulos do curso que o aluno escolher. Os alunos terão acesso a sala de aula, para dar início aos estudos dos módulos gratuitos a partir de 01/12.

Faculdade Zumbi dos Palmares ganha novos recursos | VEJA SÃO PAULO
José Vicente

“A parceria com o ITuring é muito importante para a Universidade Zumbi dos Palmares, uma vez que a qualificação do profissional negro é um dos nossos pilares”, afirma José Vicente, reitor da instituição de ensino.

No primeiro módulo, que é introdutório, o aluno terá noção do que irá aprender, além de indicações de como potencializar seus estudos. Já no segundo módulo, o candidato dá início aos estudos da área escolhida e deverá desenvolver um projeto proposto pelo curso, com entrega até dia 17/01, por meio da plataforma da edtech. 

Aprendizado baseado por projetos potencializa o aprendizado e traz ao estudante experiência prática. Essa bagagem faz diferença nas entrevistas de emprego e na vida profissional, dando mais propriedade e segurança ao aluno, já que ele colocou a mão na massa de verdade“, completa Souza. 

Um time de profissionais das duas instituições fará a correção de todos os projetos que cumprirem o prazo proposto na sala de aula online, sendo o projeto um requisito fundamental para a concorrência às bolsas de estudos. O ranking dos aprovados nos projetos será repassado para a Zumbi dos Palmares e caberá ao time da Zumbi escolher os 30 estudantes que receberão as bolsas e terão acesso ao curso completo. Os selecionados serão comunicados por e-mail pela Zumbi dos Palmares, com resultado divulgado no dia 24/01/2022.

E a faculdade com o nome de Zumbi dos Palmares fica DO LADO da rua que  homenageia o algoz dele

Mais detalhes dos cursos disponíveis para as bolsas

1. Curso Becoming a Modern Software Engineer

Este curso tem como um dos principais instrutores o americano Joseph Yoder, fundador de uma consultoria global em desenvolvimento de software. Trabalhando em refatoração e metodologia ágil com bigtechs como Nubank e PagSeguro, ele repassa seus conhecimentos no programa. 

O que se aprende? 

Desenvolvimento de aplicações duradouras e que entreguem valor. Da agilidade aos padrões arquiteturais, refatoração e testes efetivos.

Competências de desenvolvimento iterativo e incremental de aplicações na nuvem, utilizando testes efetivos para longevidade do software, com técnicas de refatoração, padrões de arquitetura e CI/CD baseados nas melhores práticas do mercado internacional.

Duração: 6 meses (totalmente online).

Metodologia: Baseado em project-based learning (aprendizagem por projetos) e conta com revisões de especialistas da área e suporte ao aluno – em até 24 horas. 

Mais informações aqui.

2. Curso Análise de dados para Negócios 

Feito em parceria com um dos unicórnios brasileiros, a Loft, este curso é ideal para profissionais de negócios que buscam ter autonomia para fazer análises de dados sem precisar de especialistas. Ana Romeo, diretora de produto na Loft, traz todo seu conhecimento, aplicado dentro de uma das empresas mais valiosas do Brasil na atualidade, para o curso. Também é possível aprender com as ferramentas Microsoft, outro parceiro estratégico do programa.  

O que se aprende? 

Dominar a habilidade mais requisitada no mercado: pensamento analítico. Resolver problemas de maneira estruturada para tomar decisões com base em dados. Neste curso, é possível aprender as técnicas de resolução de problemas, visualização e storytelling com dados. É um curso focado em transformar profissionais das áreas de negócios para que sejam totalmente orientados a dados, tendo mais assertividade na tomada de decisões.

Duração: 5 meses (totalmente online).

Metodologia: Baseado em project-based learning (aprendizagem por projetos) e conta com revisões de especialistas de empresas de tecnologia e suporte ao aluno – em até 24 horas. 

Mais informações aqui.

Prefeitura promove durante os meses de novembro e dezembro uma série de atrações festivas e gratuitas. Nesta quinta-feira, às 19 horas, a grande atração é a chegada do Papai Noel e a inauguração da casa do “bom velhinho”, no Salão Paroquial

A partir desta quinta-feira (18), Pirenópolis ganha o brilho das luzes de Natal, as quais serão acesas solenemente às 19 horas, em uma cerimônia que apresenta à população a programação natalina da cidade e a tão esperada Casa do Papai Noel, localizada no Salão Paroquial, ao lado da Igreja Matriz, no Centro. 
Na ocasião, os presentes serão brindados com a peça teatral O Presépio de Iquinho. Além disso, o evento marca a chegada oficial do Papai Noel à Pirenópolis. “É sempre um momento lindo e mágico e bastante esperado pela criançada”, lembra a secretária de Turismo de Pirenópolis, Vanessa Leal. Para a secretária, esse Natal promete ficar marcado na memória dos pirenopolinos, uma vez que “propõe uma valorização das nossas tradições, cultura e bioma”, diz. 
“O Natal do Cerrado vem para reascender a esperança de dias melhores, nos mostrando que persistir e acreditar valem a pena. Neste momento de pandemia, em que começamos a enxergar novos horizontes, aprendemos com a força do Cerrado, que todo ano enfrenta as adversidades e renasce forte para a vida”, explica Vanessa.
A programação do Natal do Cerrado inclui oficinas criativas, recreação pedagógica, espetáculos teatrais e musicais até o final da temporada natalina. As atrações não ficam restritas à casa do Papai Noel. A cidade recebe iluminação especial em vários de seus monumentos históricos e também em algumas ruas.

O dermatologista Matheus Teodoro explica como organizar os cuidados com a pele para benefícios a longo prazo

A palavra prevenção vem ganhando espaço no universo da beleza. Percebeu-se que é mais inteligente seguir essa linha do que investir mais na frente em tratamentos invasivos e que podem trazer resultados pouco naturais. “Hoje o paciente busca prevenção. Ele quer investir em cuidados com a pele que vão impactar no futuro, resultando em uma aparência mais descansada e natural,” diz doutor Matheus Teodoro, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Segundo o médico, entender o que acontece com a pele com o passar do tempo, principalmente a partir dos 30 anos, é fundamental. Assim, é possível individualizar os cuidados, levando em conta fatores intrínsecos e extrínsecos. “Com isso ocorre uma organização e planejamento por meio de consultas periódicas e de um diagnóstico clínico, e consequentemente, são estabelecidas indicações. Isso vai desde produtos que possam ser usados em casa até procedimentos realizados no consultório.”

O papel do colágeno no processo de envelhecimento

O colágeno, como se sabe, é a proteína da pele mais relacionada ao envelhecimento cutâneo. “O fibroblasto é a célula responsável pela produção de colágeno no corpo, e assim como qualquer outra célula envelhece ao longo dos anos. Uma pessoa com 30 anos tem fibroblastos dessa mesma idade, assim como uma pessoa de 60 ou 70 anos vai ter uma idade celular proporcional.” Doutor Matheus explica ainda que apesar desse desgaste celular não cessar definitivamente a produção de colágeno, o envelhecimento das células reduz a produção dessa substância. “Por isso, é interessante lançar mão de tratamentos que possam estimular a produção de um novo colágeno. Por mais que as células envelhecidas possam ter uma resposta comprometida com o passar do tempo, a ciência mostra que elas respondem sim a estímulos”, destaca. “É a partir dos 30 anos que começamos a perceber uma queda realmente progressiva de colágeno no corpo, sendo a idade ideal para iniciar tratamentos, principalmente para os que buscam prevenção”, diz.

Os aliados no processo

Contar com terapias como o bioestimuladores de colágeno Radiesse Collection e o ultrassom microfocado Ulthera®, – que estimulam a produção de um novo colágeno – é aliar tratamento e prevenção, além de promover uma poupança de colágeno. “Assim é possível desacelerar o processo de envelhecimento da pele tratada, além de gerar resultados estéticos naturais e elegantes”, afirma o médico.

O Radiesse Collection é uma linha de bioestimuladores de colágeno injetáveis que ajuda na regeneração dos fibroblastos. Auxilia também a estimular a produção de outros elementos que têm ligação e são relevantes na busca por uma pele mais saudável e bonita. “O Radiesse ativa a elastina e os proteoglicanos, proteínas que junto ao colágeno são responsáveis pela firmeza e melhora da qualidade da pele”.

Já o Ulthera® é um aparelho de ultrassom microfocado que estimula a produção de colágeno nas camadas mais profundas da pele e promove o efeito lifting. “O Ulthera® oferece um tratamento em camadas que faz com que se consiga estruturar o rosto em profundidade, atuando da musculatura até a superfície. Aliado a isso o aparelho oferece uma visualização em tempo real que dá segurança e maior eficácia ao tratamento. É possível tratar com mais precisão a área desejada através do auxílio da imagem ultrassonográfica.”

Benefícios da associação

Separadamente, tanto os produtos Radiesse Collection quanto o Ulthera® promovem ótimos resultados, mas segundo diversos estudos, o tratamento de maneira associada pode gerar resultados ainda mais interessantes. “O raciocínio é que, um estímulo térmico através de uma coagulação focada – ação promovida pelo Ulthera® – em conjunto com um estímulo químico por meio de uma substância específica, que é o caso do Radiesse, gera resultados potencializados. Dessa forma, para aquele paciente que tem oportunidade de fazer um tratamento associado, minha sugestão é iniciar o quanto antes. E o que a gente vai fazer é personalizar e individualizar tendo em vista a especificidade de cada caso.”

Nunca é tarde para começar!

A redução do colágeno é percebida de uma forma progressiva e, por isso, a prevenção deve ser sempre almejada. Mas se isso não foi feito ao longo dos anos, também é possível suavizar alguns dos efeitos do tempo, como frisa Matheus Teodoro. “Sempre é tempo de se cuidar. O mais importante é o paciente ter sua expectativa bem trabalhada, entendendo que cada paciente é único, e seus tratamentos serão indicados de forma personalizada de acordo com os diagnósticos clínicos feitos pelo seu médico dermatologista”.

Sobre o Dr. Matheus Teodoro

Dr. Matheus Teodoro (CRM-MG 46.405) é formado em medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais. É membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

Sobre a Merz

A Merz Aesthetics® é uma das principais empresas de estética do mundo e oferece um portfólio completo para tratamentos estéticos. A farmacêutica é detentora das marcas Belotero® (preenchedor e volumizador à base de ácido hialurônico, consagrado em mais de 50 países em todo o mundo), linha Radiesse Collection (bioestimuladores de colágeno: Radiesse Duo® e Radiesse (+) Lidocaine®). Além destas, a Merz Aesthetics também possui a marca Ulthera®, ultrassom microfocado para lifting e tratamento da flacidez da face e colo.

Pioneira em cosméticos em barra no Brasil, irá reverter parte das vendas de seus produtos para o Fundo Mundial Para a Natureza

B.O.B (Bars Over Bottles), empresa brasileira de cosméticos veganos em barra que visa zerar o uso de plástico descartável em nossa rotina de cuidado pessoal e acabar com a contaminação das águas por meio de ingredientes químicos nocivos, anuncia parceria com o WWF-Brasil para colaborar na proteção e regeneração da natureza. O projeto visa propor um novo olhar ao autocuidado, equilibrando uma rotina prática com o respeito pelo meio ambiente, dentro do conceito de uma sustentabilidade possível. Durante um ano, uma parte da venda dos produtos do site da marca será revertida para o Fundo Mundial Para a Natureza.

A B.O.B nasceu para repensar o impacto ambiental da indústria da beleza, se desfazendo dos excessos por meio da criação de cosméticos em barras, que não utilizam plástico e não desperdiçam água em sua produção. Sobre o propósito da parceria, a fundadora da marca, Andreia Quercia explica, “Parar de destruir não é suficiente. Reduzir danos não é o bastante. Precisamos ser uma força de regeneração da natureza. Por isso, a B.O.B se tornou uma empresa parceira do WWF-Brasil para apoiar seus projetos em campo que protegem e restauram o meio ambiente”. Assim como o WWF-Brasil, a marca acredita que é possível vivermos em harmonia com a natureza, reduzindo o impacto sem comprometer a qualidade e a rotina de cuidados.

O WWF-Brasil é uma ONG brasileira que há 25 anos combate a degradação socioambiental com ações concretas em todo país para restaurar ecossistemas, proteger rios e espécies ameaçadas, além de mobilizar a sociedade por meio de campanhas. “É um orgulho pra gente ser parceiro oficial do WWF-Brasil. Esperamos, com isso, inspirar outras empresas a apoiarem iniciativas relevantes em prol do meio ambiente.”, diz Victor Falzoni, co-fundador da B.O.B.

Para Gabriela Yamaguchi, diretora de Sociedade Engajada do WWF-Brasil o objetivo da cooperação é “buscar ampliar o apoio à proteção e restauração da natureza por meio de parcerias com marcas e produtos que viabilizem um novo jeito de viver e consumir – com mais cuidado com as pessoas e menos poluição e desperdício de recursos naturais. É nessa trajetória que iniciamos uma nova parceria com a B.O.B.”, afirma.

Sobre a B.O.B

B.O.B é uma sigla para Bars Over Bottles, que em português significa Barras ao invés de Garrafas. Esse conceito fala diretamente sobre reduzir a poluição plástica no mundo e adotar um estilo de consumo mais consciente. Isso tudo só é possível graças ao conceito waterless que retira a água da produção e permite que a fórmula seja mais limpa, além de vegana e sem crueldade animal. A B.O.B pensa em cada etapa do autocuidado, garantindo que tudo o que usamos e devolvemos para a natureza não prejudique o nosso Planeta.

Em pouco tempo ela se tornou uma referência de inovação na indústria da beleza no Brasil ao desenvolver cosméticos mais conscientes.

“Consumo Consciente é consumir refletindo a respeito do impacto ambiental da cadeia produtiva do produto, do impacto dele durante seu uso, e do impacto dos resíduos que ele deixa após seu uso. “

Sobre o WWF-Brasil

O WWF-Brasil é uma ONG brasileira que trabalha coletivamente com parceiros da sociedade civil, academia, governos e empresas em todo país para combater a degradação socioambiental e defender a vida das pessoas e da natureza. Atuamos em todas as regiões do Brasil para proteger e restaurar ecossistemas e promover a disrupção imediata dos modelos de produção e consumo com prioridade para a inclusão social e para o desenvolvimento de uma economia baseada na regeneração do planeta. Estamos conectados a uma rede interdependente que busca soluções urgentes para a emergência climática: a Rede WWF, presente em mais de cem países.

Autora Silvia Hunold Lara participará de bate-papo virtual no lançamento na próxima quinta (18)

A Editora da Universidade de São Paulo (Edusp) e o Centro de Pesquisa em História da Cultura (Cecult) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) lançam virtualmente na próxima quinta-feira, 18 de novembro, às 18 horas, o livro “Palmares & Cucaú: O Aprendizado da Dominação”, da professora e historiadora Silvia Hunold Lara, como parte dos debates acerca do Dia da Consciência Negra. A publicação é um retrato histórico sobre o acordo de paz negociado em 1678 entre o governo de Pernambuco e o rei dos Palmares, o maior e mais duradouro assentamento de fugitivos da história da escravidão no Brasil. 

Imagem divulgação

Para o lançamento, Silvia Hunold Lara participará de uma conversa, mediada pela também historiadora Lucilene Reginaldo, da Cecult, no canal do Youtube (http://youtube.com/ifchunicamp1) e no perfil no Facebook do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp.

A autora apresenta uma pesquisa extensa, com novos documentos que são incorporados à análise de fontes já conhecidas, para revelar detalhes dos acontecimentos que levaram os habitantes dos Palmares a se instalar na região de Cucaú, onde permaneceram até o início de 1680, quando foram atacados e reescravizados. O livro também contribui para mostrar o ponto de vista dos escravos na história da escravidão e dos habitantes dos Palmares na história dos mocambos.

Silvia Hunold Lara é doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) e foi professora da Unicamp até se aposentar, quando passou a ser colaboradora do departamento de história da instituição. Suas pesquisas têm ênfase na História do Brasil Colonial, na História Social do Trabalho, especialmente na História da Escravidão, e nas relações entre História e Direito.

Também é autora dos livros “Campos da Violência. Escravos e senhores na Capitania do Rio de Janeiro, 1750-1808” (389 páginas, Editora Paz e Terra, 1988) e “Fragmentos Setecentistas. Escravidão, cultura e poder” (456 páginas, Companhia das Letras, 2007). Juntamente com Joseli M. Nunes Mendonça, editou a coletânea “Direitos e Justiças no Brasil. Ensaios de história social” (543 páginas, Editora Unicamp, 2006) e, com Gustavo Pacheco, a coletânea “Memória do Jongo: as gravações históricas de Stanley J. Stein. Vassouras, 1949” (197 páginas, Editora Cecult, 2007). 

Lançamentos foram pensados para atender as necessidades físicas e comportamentais dos mais variados tipos de brasileiros

Imagem @NappyStock

Uma pesquisa de mercado da Euromonitor, de 2020, demonstra que o Brasil é o terceiro maior consumidor mundial de cosméticos para homens, ficando atrás apenas do Japão e Estados Unidos. As projeções ainda indicam que a América Latina será a responsável por impulsionar o crescimento mundial do segmento, com o Brasil crescendo acima da média.

A Mahogany, marca especializada em produzir e comercializar a mais completa linha de cosméticos de alto padrão do país, vem constantemente acompanhando essa tendência e continua a investir para consolidar seu posicionamento premium para o público masculino. Sendo assim, para 2021, a marca traz ao seu portfólio três novas fragrâncias masculinas que prometem conquistar o coração dos mais diversos tipos de homens brasileiros.

(Imagem: Mahogany)

O L’Intense é a assinatura olfativa dos enigmáticos. Formulado com acordes especiados e orientais, revela na pele a sua essência mais sedutora, intensa e provocante. Já o Blue Scent remete à liberdade do azul. É uma irreverente criação para àqueles que traduzem modernidade, originalidade e um toque de mistério através de acordes ambarados, frescos e aromáticos marcantes.

L’Intense

Caminho Olfativo: Oriental Especiado

Pirâmide Olfativa: 

Saída: Mandarina Verde, Maçã Verde

Corpo: Noz Moscada, Açafrão, Flor de Laranjeira, Íris

Fundo: Cedro Texas, Fava Tonka, Baunilha, Guaiaco, Âmbar

(Imagem: Mahogany)

O Blue Scent remete à liberdade do azul. É uma irreverente criação para àqueles que traduzem modernidade, originalidade e um toque de mistério através de acordes ambarados, frescos e aromáticos marcantes.

Blue Scente

Caminho Olfativo:  Fougère Aromático

Pirâmide Olfativa: 

Saída: Bergamota, Pimenta Rosa, Lavanda

Corpo: Gerânio, Pimenta Sichuan, Elemi

Fundo: Vetiver, Patchouli, Âmbar, Musk

Geantleman

Caminho Olfativo:  Fougère Aromático

Pirâmide Olfativa: 

Saída: Limão Siciliano, Tuia, Lavanda, Lima, Mandarina

Corpo: Gerânio, Gálbano, Cardamomo, Basílico, Petitgrain

Fundo: Petchouli, Vetiver, Âmbar, Sândalo, Musk Branco

(Imagem: Mahogany)

O Geantleman traz consigo todo o poder e elegância desse tipo de figura masculina. Como uma tradução do homem clássico, confiante e sedutor, essa criação é elaborada com acordes aromáticos e ambarados marcantes.

Caminho Olfativo:  Fougère Aromático

Pirâmide Olfativa: 

Saída: Limão Siciliano, Tuia, Lavanda, Lima, Mandarina

Corpo: Gerânio, Gálbano, Cardamomo, Basílico, Petitgrain

Fundo: Petchouli, Vetiver, Âmbar, Sândalo, Musk Branco

Brian Drummond, gerente de marketing da empresa, afirma que o catálogo de produtos da Mahogany vem reforçando o compromisso de oferecer soluções adequadas à fisiologia da pele e também aos hábitos de consumo dos clientes. “Entendemos que as fragrâncias são capazes de traduzir nossa personalidade nos mais diversos momentos. Além disso, sempre priorizamos em cada produto o máximo de qualidade aos nossos consumidores. Por isso, pensamos novidades de forma meticulosa, trazendo em suas formulações invocação e riqueza de obras-primas, se diferenciando assim das demais ofertas do mercado”, diz.

Os lançamentos possuem 120 ml e chegam ao e-commerce da marca a partir de 27 de outubro por R﹩ 79,90.

Sobre a Mahogany

Uma das e principais empresas do mercado que, há mais de 30 anos, produz cosméticos de alto padrão, desenvolvidos junto com as principais casas de fragrâncias internacionais. Em seu amplo portfólio, que conta com mais de 50 fragrâncias masculinas e femininas e linha capilar e de dermocosméticos, é possível encontrar o produto certo para todos os momentos e necessidades. A marca exalta a essência da liberdade, paixão, aventura e, principalmente, a vitalidade. Por isso, por meio de seus itens, busca proporcionar experiências sensoriais que revigoram e transmitem a sensação do “verdadeiramente vivo”, melhorando o estado de espírito e a certeza de que sempre é possível despertar a sua melhor versão.

Atualmente, seus produtos podem ser encontrados em unidades da marca no Brasil e na loja de Santiago, no Chile, além do e-commerce e também por meio de consultoras de venda direta.

Livro-caixinha estimula a reflexão e contribui para uma mudança de comportamento relacionada ao tema

Racismo é uma forma de preconceito e pode se manifestar de diversas maneiras em uma sociedade como a nossa. O Brasil é um país racista. E não é só o Brasil, a família real britânica, por exemplo, tem passado por situações complicadas depois de relatos de preconceito racial envolvendo membros da realeza. Um assunto urgente e complexo. Mas o que fazer para mudar esse quadro?

Um passo importante é refletir sobre o assunto para, então, promover uma mudança de entendimento e de comportamento sobre o tema. Foi para isso que Alexandra Loras, consultora e ex-consulesa da França em São Paulo, e o jornalista Maurício Oliveira elaboraram o livro-caixinha® Vamos falar de racismo: 100 perguntas para discutir preconceito e gerar conscientização, (Matrix Editora, R﹩ 40,00). Para ser usado de maneira individual ou em grupo, o livro é destinado a todas as pessoas que querem um estímulo à reflexão sobre seus próprios preconceitos e os da nossa sociedade.

São 100 cartões, cada um com uma pergunta. Tópicos que estimulam discussões, autoanálise e autoavaliação sobre racismo e discriminação. A obra promove uma oportunidade de elaborar melhor o pensamento sobre o assunto e as implicações de atos preconceituosos no nosso convívio e sociedade.

Alguns exemplos:

– O que vem à sua mente quando você ouve a palavra “racismo”? Parece algo distante ou próximo de você? Por quê?

– Você já esteve em um ambiente em que foi visto como diferente de todas as outras pessoas? Como se sentiu ou se sentiria numa situação assim?

– Numa mesma situação, em um mesmo local e horário, você teria sensações e reações iguais se cruzasse com um jovem negro e com um jovem branco? Por quê?

Sobre os autores

Alexandra Loras

Comunicadora, mentora, consultora e ex-consulesa da França em São Paulo. Jornalista formada na tradicional Sciences Po, é uma ativista engajada na discussão sobre a representação da população negra na mídia e na educação e os efeitos que isso tem na construção da identidade negra, especialmente das crianças.

Maurício Oliveira

Jornalista, contribui para diversas editorias de alguns dos principais veículos do país, como Exame, Valor Econômico e O Estado de S. Paulo. Pela Matrix Editora já publicou Vamos falar de LGBTI+ e Vamos falar de masculinidade, entre outros títulos.

Com a maior concentração dentre as marcas brasileiras, a novidade trará a verdadeira vitamina A em sua composição
Imagem divulgação

Creamy Skincare lança o oitavo produto da marca. A novidade trará máxima concentração de RETINOL aliada a um complexo de ativos hidratantes, calmantes e antioxidantes. Indicado para melhora e prevenção de rugas finas, pigmentação e textura irregular, o lançamento auxilia na recuperação da luminosidade, deixando a pele renovada, uniforme e hidratada. Disponível, a partir do dia 16 de novembro, no site da marca, por R﹩79,00, o roxinho, como carinhosamente foi apelidado, chega para celebrar os dois anos da marca, que desde o seu lançamento, em novembro de 2019, é sucesso entre os consumidores.

Indicado para todos os tipos de pele, o RETINOL da Creamy Skincare se destaca dos concorrentes nacionais por trazer a Vitamina A pura em sua formulação, não utilizando derivados, retinol-like ou miméticos. “Não existem estudos que comprovem que essas variações sejam tão eficientes como o retinol puro apresentado em nossa fórmula. Trazer o melhor, unindo estudos comprovados, tecnologia e preços acessíveis é a proposta de todos os produtos da marca“, explica Dr. Luiz Romancini, médico pós-graduado em dermatologia, criador das fórmulas e sócio-fundador da marca.

Além de todos os benefícios do retinol, conhecido entre os apaixonados por skincare, a fórmula da Creamy conta com um ativo exclusivo reparador, capaz de acelerar o processo de recuperação e fortalecer a barreira cutânea. É possível encontrar na composição antioxidantes, como: phloretin e a vitamina C nanoencapsulada, que protegem a pele dos radicais livres. Outro diferencial são os peptídeos, que estimulam ainda mais a produção de colágeno e elastina, ajudando a função anti-aging, enquanto os ácidos graxos essenciais promovem um toque macio, sedoso e hidratado na pele.

Imagem divulgação

“Trazemos o padrão ouro em anti-aging na sua máxima concentração. Somos a primeira marca brasileira a apresentar uma formulação com essa potência, aliada a um complexo de ingredientes que reforçam ainda mais essa ação. O Retinol da Creamy é um dos poucos produtos que traz uma combinação inédita de peptídeos que induzem a produção de colágeno e elastina aliada a um complexo de antioxidantes composto por nano-vitamina C e phloretin, que além de defender a pele dos radicais livres, promovem uniformização do tom. A fórmula conta ainda com ingredientes reparadores e hidratantes que promovem conforto, maciez e hidratação.” conta o médico, que passou a desenvolver suas fórmulas a partir das diversas queixas relatadas no consultório.

Imagem divulgação

Com textura gel creme e resultados a partir de três semanas de uso contínuo, o RETINOL da Creamy Skincare renova a pele, estimula a regeneração celular e a produção de colágeno, auxiliando na atenuação dos poros, minimizando rugas e reduzindo a hiperpigmentação causada pela idade ou exposição ao sol. Recomenda-se o uso diário de protetor solar enquanto o produto age sobre a pele. “É importante limitar o uso inicial para uma ou duas noites por semana e aumentar a frequência gradativamente, pois episódios de vermelhidão e ressecamento podem ocorrer no início do uso. Outra dica de ouro é sempre aplicar o retinol na pele previamente hidratada. “, explica Romancini.

Imagem divulgação

Na Creamy Skincare, a escolha dos ingredientes, as combinações de ativos e concentrações são pautadas pela ciência, pesquisas incansáveis e anos de observação do comportamento dos ácidos e formulações na pele das pessoas. Além da grande aceitação dos consumidores, que perceberam os reais resultados, todos os produtos lançados pela marca são cruelty-free, vegan-friendly, produzidos no Brasil e apoiam a reciclagem de embalagem em todo o seu processo de produção.

Indicado para uso a partir dos 18 anos, a novidade da marca levou 14 meses para ser desenvolvida e era desejo entre os consumidores, que relataram através do SAC e redes sociais o desejo pelo produto.

MAIS SOBRE A CREAMY

Imagem divulgação

Com desenvolvimento 100% brasileiro, a Creamy Skincare, que faz parte do Grupo Skelt Beauty Brands, formado pelas marcas: Skelt Cosmetics e Creamy Skincare, chegou para simplificar a rotina de cuidados faciais de forma acessível, trazendo sete produtos inteligentes que combinam ativos poderosos, garantindo praticidade e eficácia. São eles: Ácido Mandélico, Ácido Glicólico, Sérum Ácido Lático, Sérum Vitamina C 10%, Ácido Tranexâmico, Creamy Calming Cream Hidratante, e o recém lançado, Ácido Salicílico. Um dos segredos das suas formulações foi contar com um especialista em pele, Dr. Luiz Romancini, desde o início para validar a performance dos produtos.

SERVIÇO:

@creamyskincare_

Valor do Creamy Retinol, 30g: R﹩79,00